terça-feira, 1 de maio de 2018

Mensagem do WhatsApp com emoji de esquilo trava celulares com sistema operacional Android




No final de abril de 2018, um emoji com o “link do Esquilo” começou a se espalhar através do WhatsApp. Contendo um código simples, o conjunto de caracteres trava o aplicativo por alguns segundos e libera o WhatsApp rapidamente. Em alguns casos, o smartphone com sistema Android chega a travar de tal maneira que o usuário é obrigado a reiniciar o aparelho. Mas não se trata de um vírus!



A explicação para que esse simples link trave o WhatsApp é simples e não tem, necessariamente, relação com o aplicativo, mas com o sistema operacional Android, que apresenta um “bug” no momento em que os caracteres contidos nessa mensagem são interpretados, gerando uma string (sequencia de caracteres) enorme. Essa sequencia citada, pode ser vista acessando o Whatsapp Web. 

Fora da inconveniência do congelamento do aplicativo e reinicialização, entretanto, não há com o que se preocupar. Como já explicado acima, isso é causado por um bug de software e, sendo assim, não gera perigo algum para seu aparelho. Seus dados, senhas de acesso, informações pessoais ou mensagens trocadas não são acessados por ninguém caso você caia na brincadeira e nenhum outro efeito adverso em seu celular surgirá como resultado disso.

Repercussão

Usuários do Twitter repercutiram o fato com bom humor. Confira abaixo alguns exemplos.




sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Saiba como ganhar 100ml do hidratante O Boticário Nativa Spa Ameixa Negra

O Boticário é uma rede de franquias de cosméticos e perfumes brasileira, com sede no Paraná. Seus principais produtos são fragrâncias, cremes e produtos para maquiagem.



Com objetivo de aumentar ainda mais sua popularidade e em contrapartida aumentar também as vendas, a empresa publicou na web uma nova campanha promocional, onde é necessário preencher um breve cadastro para ir até uma loja do O Boticário e retirar gratuitamente uma unidade de 100ml do Nativa SPA Ameixa Negra

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Fantástico da TVGlobo causa impacto por reportagem sobre celular roubado

No último domingo dia 21/01, o Fantástico vinculou uma matéria com perfil investigativa que causou grande discussão e comentários nas redes sociais. Em um primeiro momento mostrou a produção, juntamente com o repórter Giovani Grizotti configurando um aplicativo num celular e depois armazenando o mesmo numa mochila e de propósito deixando o aparelho bem visível para causar a cobiça dos possíveis ladrões. Assim, o repórter que também é conhecido como Repórter Farroupilha saiu pelas ruas de Porto Alegre e São Paulo para mostrar o caminho que um telefone roubado percorre. Com um aplicativo espião instalado no celular, foi possível acompanhar bate-papos, áudios e vídeos dos bandidos.

No caso ocorrido em Porto Alegre, o furto foi praticado por uma funcionária terceirizada do Piratini e por um servidor do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) da prefeitura da Capital, fato que causou impacto por ter sido praticado por funcionários públicos. A reportagem também mostrou o repórter abordando a ladra no seu ambiente de trabalho, fato que causou muitos memes na internet (um deles teve até o momento quase 5 mil compartilhamentos no Facebook) e abriu discussão sobre esse tipo de roubo, que é bem comum no nosso país.



Aplicativo
O nome do aplicativo usado na reportagem não foi divulgado, entretanto alguns seguidores do Tecnoblog vincularam em uma publicação que poderia ser o Cerberus. Ao final da matéria a apresentadora frisou que se você for alvo de roubo ou furto, procure a Delegacia de Polícia mais próxima ou a Brigada Militar, destacou ainda que vítimas não devem perseguir ladrões.

Assista a reportagem 


quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Saiba mais sobre o Projeto Celular Legal da ANATEL




De acordo com a Lei Geral de Telecomunicações (Lei nº 9.472/1997, art. 162), todos os aparelhos que acessem a rede celular, ou seja, aqueles que utilizam um SIM Card ou chip de uma operadora móvel, devem possuir certificação aceita pela Anatel.
O Regulamento de Certificação e Homologação de Produtos de Telecomunicações (Resolução nº 242/2000, art. 20) determina que a certificação é pré-requisito para a venda de produtos de telecomunicação. O Regulamento do Serviço Móvel Pessoal (Resolução nº 477/2007, art. 10, V) determina que as prestadoras de telefonia celular só podem permitir a conexão de aparelhos certificados nas redes móveis. O Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (Resolução nº 632/2013, art. 4º, V) estabelece que o consumidor tem o dever de utilizar equipamento com certificação aceita pela Anatel, devendo ainda o usuário manter o equipamentos nas condições segundo as quais este foi certificado.

Assim, a utilização de aparelhos emissores de radiofrequência, como telefones celulares, smartphones, tablets, modems e outros aparelhos sem fio, sem certificação aceita pela Anatel é proibida no país. O uso de aparelhos celulares em desacordo com as normas atuais não garante a compatibilidade com as redes de telefonia celular, a qualidade dos serviços e a segurança do consumidor.
A Agência vem, também, trabalhando junto às prestadoras de telefonia móvel, à Polícia Federal e às Secretarias de Segurança Pública dos estados no combate ao uso de aparelhos celulares roubados, furtados ou extraviados. Com essa parceria, desde maio de 2016, o consumidor pode solicitar o impedimento do seu aparelho móvel que tenha sido roubado por meio da central de atendimento das operadoras ou nas Delegacias de Polícia dos estados que já aderiram ao projeto.
Contudo, estão sendo direcionadas medidas para identificação de aparelhos que passaram por adulteração, visando inibir a sua utilização nas redes móveis e consequente retorno ao mercado.
Nesse contexto, surgiu o Celular Legal, projeto coordenado pela Anatel, com a participação das empresas de telefonia celular, de fabricantes e fornecedores de equipamentos, que tem por objetivo fortalecer o combate a celulares adulterados, roubados e extraviados e inibir o uso de aparelhos não certificados pela Anatel.
Para o consumidor que possui aparelho certificado ou com certificação aceita pela Anatel, que não tenha sido adulterado e sem impedimento por roubo, furto ou extravio, nada muda com o Projeto Celular Legal!
Consumidores de aparelhos adulterados, não certificados ou com certificação não aceita pela Anatel poderão ser impactados. As consequências podem variar, a depender de cada situação.

Consulte seu telefone

Pelo número do IMEI é possível saber se há algum registro de impedimento no aparelho que você possui ou que pretende comprar. Basta clicar aqui e ser direcionado ao site da própria ANATEL.
Para achar o número de IMEI do celular, o consumidor pode:
1) Procurar na caixa do celular ou nota fiscal do aparelho;
2) Procurar em um adesivo que fica por trás da bateria; ou
3) Digitar *#06# no celular e apertar a tecla para ligar.
Atenção: Celulares que utilizam mais de um SIM Card possuem um IMEI para cada chip, sendo necessário verificar cada um dos IMEIs.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Promoções falsas enganam usuários e viralizam no Whatsapp... De novo!




Promoções são muito legais e, em períodos de economia difícil, são ainda mais atraentes. Porém, assim como você quer muito aproveitar descontos e promoções, você também quer muito não ser enganado por alguém mal-intencionado, não é mesmo? É por esse motivo que você precisa tomar muito cuidado com a nova onda de promoções falsas que estão circulando no aplicativo de mensagens instantâneas Whatsapp — pois é, elas estão de volta nesse início de ano no aplicativo.



Desde a virada do ano, por exemplo percebi no Whatsapp dos meus contatos, uma mensagem que promete um cupom de desconto para ser usado no Burguer King, e como aqui em Penápolis existe uma unidade dessa franquia de fast food instalada no Garden Shopping as pessoas acabam acreditando e clicando. É aí que o vírus circula pois ao clicar no link falso, você responde a um questionário que serve só para você se distrair ou acreditar no golpe. Em seguida, uma mensagem avisa que você perdeu o voucher, mas antes você acaba aceitando os termos de serviço e virando vítima.

Enfim, todo cuidado é pouco. Duvide de promoções e descontos mirabolantes!

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Universidade gratuita: Inscrições abertas para vestibular da Univesp




A Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) está com inscrições abertas do vestibular para o polo de Penápolis. Serão oferecidos quatro cursos: Engenharia de Computação, Engenharia de Produção, Pedagogia e Tecnólogo em Gestão Pública, com 50 vagas cada um.
As inscrições devem ser feitas até o dia 05 de janeiro, exclusivamente pelo site www.vunesp.com.br/uvsp1703. No momento da inscrição do Vestibular o candidato deverá ficar atento ao preencher seus dados pessoais, seguindo as informações que constam no seu documento de identificação. A taxa de inscrição será no valor de R$ 47,88 (quarenta e sete reais e oitenta e oito centavos).

Provas
As provas serão realizadas no dia 21 de janeiro de 2018, às 14h, em local a ser definido posteriormente e divulgado no site da Vunesp a partir do dia 12 de janeiro. O exame será constituído por uma redação e uma prova com 60 questões, sendo 15 de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, 06 de Língua Inglesa, 07 questões de História, 07 de Geografia. A prova também contém 05 questões de Biologia, 05 de Química, 05 de Física e 10 questões de Matemática.

Cursos
No polo de Penápolis serão oferecidas quatro opções de curso: Engenharia de Computação (com duração de 5 anos e 50 vagas), Engenharia de Produção (duração de 5 anos e 50 vagas), Pedagogia (duração de 4 anos e 50 vagas) e Superior de Tecnologia em Gestão Pública (duração de 3 anos, 50 vagas e oferecido pela Fatec). As aulas terão início no dia 26 de fevereiro
Os cursos da Univesp são ofertados na modalidade à distância, com flexibilidade de horários para cursar as disciplinas e em qualquer ambiente escolhido pelo aluno. As disciplinas são desenvolvidas por professores especializados vinculados às universidades públicas ou a outras universidades renomadas do estado.
O polo de Penápolis funcionará na Emef Casa da Amizade, onde o aluno realizará provas e atividades em grupo. O estudante terá acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem, onde são disponibilizados roteiros de aprendizagem, com links para leituras nas bibliotecas digitais disponíveis, textos ou materiais didáticos e videoaulas, atividades de aprendizagem e de avaliação. 

Com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Penápolis 

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Saiba como ganhar um lápis retrátil para olhos do O Boticário




O Boticário é uma rede de franquias de cosméticos e perfumes brasileira, com sede no Paraná. Seus principais produtos são fragrâncias, cremes e produtos para maquiagem. 



Com objetivo de aumentar ainda mais sua popularidade e em contrapartida aumentar também as vendas, a empresa publicou na web uma campanha promocional intitulada "Unboxing de 1 milhão de lápis", onde a pessoa que deseja ganhar o lápis preenche um cadastro no site https://vivalinda.boticario.com.br/quero-make-b/ escolhe a loja mais próxima e retira totalmente gratuito um lápis para olhos retrátil Make B. O Boticário.



Lojas em Penápolis
A loja possui duas lojas em Penápolis, uma no centro na Av. Luís Osório, 411 e outra dentro do Penápolis Garden Shopping.

domingo, 13 de agosto de 2017

Saiba como ganhar uma amostra de máscara para cabelos do O Boticário

Participe dessa super promoção e ganhe uma Máscara Match Patrulha do Frizz O Boticário (50ml), basta acessar o site https://www.promomatch.com.br/ e inserir algumas informações, em seguida indique algumas amigas para participar da promoção também, escolha a loja mais próxima e conclua seu cadastro agora é só ir até a loja com seu cupom resgatar este super brinde!


Match a linha expert em tratar seu cabelo.




Promoção válida de 14/08/2017 a 03/09/2017 ou enquanto durarem os estoques. Participação sujeita a cadastro prévio no hotsite e restrita a 1 por CPF. Participação restrita a maiores de 12 anos. Consulte o regulamento completo em boticario.com.br/promomatch. Imagem meramente ilustrativa.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Saiba mais sobre a tendência adotada nas ruas o "celular do bandido".




De acordo com dados estatísticos divulgado pela ANATEL, o número de  linhas de telefonia celular ativas no Brasil já ultrapassou há algum tempo a população nacional. As pessoas adotam uso de mais um aparelho por diversos motivos. O principal ainda se trata de pessoas que usam um aparelho para fins pessoais e outro para fins profissionais. O pior é que agora, por conta da violência nas ruas, muita gente está carregando no bolso o chamado “celular do bandido”.
Como exemplo dessa violência podemos citar a cidade de São Paulo, onde o roubo de aparelhos celulares cresceu 23% só no ano passado - foram quase 240 mil casos registrados; uma média de 650 roubos por dia. Sem contar os roubos que sequer são informados nos distritos policiais. Segundo um levantamento realizado pela Federação Nacional de Seguros Gerais, o aumento do roubo só dos aparelhos segurados foi de quase 65% entre 2015 e 2016. Assim é possível constatar que aonde quer que você esteja, circular pelas ruas digitando ou falando ao celular se tornou uma exposição à violência cada vez mais frequente e comum.



Uma válida estratégia seria evitar o uso dos celulares quando se está nas ruas e em outros lugares de grande circulação de pessoas, mas essa estratégia já não é prática nos dias atuais. Pois os aparelhos celulares fabricados recentemente, como os smartphones por exemplo, são fonte inesgotável de informação e entretenimento e ao abonar o uso dos mesmos quando se está fora de casa tornaria nossos dias mais entediantes. 
Para as pessoas com mais dinheiro, o seguro parece ser uma boa saída para não ficar no prejuízo, principalmente quando se usa um smartphone dos mais atuais que custa de 2 a 3 mil reais. O problema é que para a maioria da população fazer seguro de smartphone tornaria mais caro o já apertado orçamento doméstico.
Então é cada vez mais comum nas ruas as pessoas que adotam a estratégia do "celular do bandido" que nada mais é que uma espécie de celular reserva, daqueles mais baratinhos, para entregar em caso de roubo e até usar em locais que considera mais perigosos.
O grande problema é o mercado paralelo de celulares usados que alimenta o mundo do crime: muitas pessoas adquirem celulares de segunda mão, sem antes sequer exigir nota fiscal ou procedência do aparelho. Fato é que se a segurança pública não nos protege, o chamado "jeitinho brasileiro" é uma tendência adotada cada vez mais pelas pessoas. Aí fica uma dica: se você for roubado, faça um boletim de ocorrência e informe o número IMEI do aparelho para que a operadora possa inutilizar o telefone roubado; e nunca compre aparelhos de origem duvidosa, com preço muito baixo e sem nota fiscal - a chance de você estar alimentando o crime organizado é grande. E, por último, o “celular do bandido” também pode evitar um trauma maior…

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Boticário lança ação promocional: Botirecicla sua embalagem vazia vale um produto novo




Já pensou em ir na loja do O Boticário com uma embalagem vazia de qualquer produto da marca e sair com um item de maquiagem novinho? A partir de hoje vai ser exatamente assim: Você deve juntar uma ou mais embalagens vazias de produtos O Boticário, acessar o hotsite da campanha www.boticario.com.br/botirecicla, preencher seu cadastro com seus dados pessoais e escolher a loja que deseja retirar o seu produto. 

Segundo o regulamento da ação promocional, o cadastro poderá ser feito de 22/05 a 26/05 até 12h00 (meio-dia).